Capricho

Esta casa, que fica na Mooca, é um entre tantos exemplares de uma arquitetura kitsch que se tornou comum em alguns bairros da cidade nos anos 50 e 60. Ter uma casa “bonita” e “moderna” era sinal de prosperidade, então as famílias se esmeravam na reforma da fachada da velha casa operária. Se era de bom gosto é outra história, mas ninguém pode dizer que não era caprichado.

Foto de Pedro Martinelli, publicada no livro “Casas Paulistanas”, de Milton Rodrigues Alves (1998).

2 comentários
  1. Ju disse:

    Adorei o blog. Muito bom rever esse tipo de arquitetura e não deixar que seja esquecida! Sou arquiteta e moro no interior de sp, por aqui temos muitas dessas casas. São notáveis, talvez bregas, mas fazem parte da história! Interessante!

  2. ANA ELISA disse:

    ALGUEM SABE O NOME DA OBRA QUE ESTA NA FACHADA DA CASA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: