Perda recente

Em novembro de 2010 aconteceu a primeira edição do Vídeo Guerrilha, uma mostra de videoarte comprojeções em várias fachadas da rua Augusta, entre elas a deste casarão de 1913.

A segunda edição do evento, em 2011, não pôde projetar nada nesta fachada: a cidade a tinha perdido para a construção de mais um condomínio residencial com apartamentos minúsculos e imaginação arquitetônica menor ainda.

De grande, ali, provavelmente só vai haver uma coisa: a garagem, claro, para os novos carros que o empreendimento atrairá. É o que andam chamando de “revitalização” da Augusta.

(A primeira foto, de 1925, é do acervo de Marcos César da Silva. A segunda, de 2010, é reproduzida de deebpeep.com.br)

4 comentários
  1. Martin disse:

    Muito bom o teu blog, Alexandre. Não o conhecia, agora vou virar leitor assíduo. Abraço!

  2. Valeu, Martin. Temos visões razoavelmente parecidas da cidade. Seu blog também já está no meu Google Reader há alguns dias. Achei-o em um comentário (que agora não me lembro se foi seu mesmo) no blog do meu pai. Abraço!

  3. Gil Roberto disse:

    Na última vez em que passei por este lindo casarão, me surpreendi com o fato de ele ainda estar lá. Achei que era tombado. Infelizmente, me enganei…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: