Voo de reconhecimento

Em 1919, uma missão militar francesa visitou a cidade a bordo de dois aviões. Não sei o que vieram fazer, mas a primeira guerra mundial tinha acabado de acabar e imagino que estivessem em algum tipo de visita de cortesia. O voo do Rio de Janeiro até aqui durou duas horas e 45 minutos, e a aterrisagem se deu “no campo de Guapira, nos arredores desta capital” (foto à direita).

Se alguém souber onde fica esse tal campo de Guapira, agradeço muito a informação. Foi lá que os franceses foram recebidos pelo prefeito, Washington Luís, que acabou sendo convidado para dar uma voltinha e ver a cidade de cima.

Com certeza foi a primeira vez que Washington Luís andou de avião. Mas, mais importante do que isso, foi também a primeira vez que São Paulo foi fotografada do alto. Um dos membros da missão, o tenente Dorsaud, era especialista em fotografia aérea e suas aplicações bélicas.

Nos seus números de maio e junho, a revista A Cigarra publicou várias fotos feitas pelo tenente, tanto de São Paulo como do Rio. Uma das mais interessantes é esta que reproduzo abaixo. Na parte de baixo dá pra ver o teatro municipal e o vale do Anhangabaú. Mais ou menos no meio, o viaduto Santa Ifigênia e o largo de São Bento. E mais para o alto, vemos a várzea do Carmo (atual parque D.Pedro) e os bairros do Brás e Pari.

4 comentários
  1. José Carlos Vaz disse:

    O campo do Guapira deve ser o Campo de Aviação de Edu Chaves, que aparece no mapa da cidade de 1924 (http://smdu.prefeitura.sp.gov.br/historico_demografico/img/mapas/1924.jpg). Nesse mapa aparece, inclusive um Avenida do Aeródromo, que parece ser a atual Av. Roland Garros. Também aparece a Av. Edu Chaves, que existe até hoje, e que ligava a região à estação do Guapira do Tramway (Trenzinho da Cantareira, linha de Guapira), perto do Jaçanã (esse era o trem da música do Adoniran).

    O campo de aviação ficava na fazenda Guapira, na Zona Norte, entre o Jardim Brasil e o Rio Cabuçu, perto da Fernão Dias.

    No mapa de 1943 (http://smdu.prefeitura.sp.gov.br/historico_demografico/img/mapas/1943.jpg) já se pode ver que o aeródromo não existe mais. Em algum momento nesse intervalo, a área foi loteada e transformada no que hoje é o bairro Parque Edu Chaves.

  2. Martin disse:

    Legal, Vaz! Obrigado! Acho que isso vai acabar rendendo um post futuro, sobre a pré-história dos aeroportos da cidade… 😉

  3. Que maravilha de foto. vi agora essa postagem. Ja existia o Hotel Central e o Britania na São Joao. O terreno onde seria construido o Correio Central estava baldio. Vê-se o teto do cine Avenida quase na esquina da D.José Barros. Pena que a imagem nao tem boa resolução. A igreja de São Bento já esta nos padroes atuais, reformada que foi em 1915. Quanto ao Guapira. Existe ainda o Clube de futebol AA Guapira, fundado em 1918, no bairro do jacanã que faz divisa com o Parque Edu Chaves. Na certa esse campo de Pouso deve ter sido nos arredores do campo de futebol da AA Guapira, pois naquela época era tudo um matagal nessas redondezas.

  4. Roberto Alexandre Mateus disse:

    A Missão Militar Francesa foi contratada pela Presidência do Estado de São Paulo para reorganizar e reequipar a Força Pública do Estado de São Paulo, a 1ª de 1906 a 1914 e a 2ª de 1918 a 1926. Transformou a milícia em um exército estadual, o “l’armée de St. Paul”, parcialmente desmontado pelo governo federal após a Revolução Constitucionalista de 1932. Posteriormente o Exército Brasileiro também fez o mesmo, até 1939. Até hoje sua atuação é cultuada pela Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: