Estranhos somos nós

Pouca gente repara, mas as quatro estátuas da foto podem ser vistas por quem passa de carro pela ponte das Bandeiras, na marginal Tietê. Se o trânsito estiver parado o suficiente e você esticar o pescoço o suficiente, você vai vê-las atrás de um muro, na margem direita do rio.

Atrás daquele muro fica a piscina semi-olímpica do clube Espéria. E os nadadores estão ali há décadas, alinhados em posição de largada, a poucos metros dos carros.

O que pode causar algum estranhamento é que, ao contrário do que indicaria o bom senso, eles não estão voltados para a piscina, mas de costas para ela, isto é, olhando para a marginal. Isso tem uma explicação tristemente paulistana: antigamente as provas de natação não eram na piscina, mas no rio.

Eles estão certos, a cidade é que lhes deu as costas…

(A primeira foto é recente e a segunda é de 1927, ambas do acervo do clube Espéria)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: