Antes e depois

Em um exemplar de setembro de 1919 da revista A Cigarra, encontrei duas raras fotos de uma bucólica paisagem da zona norte da cidade. Como explica a legenda de uma delas, trata-se do “lindo Cabuçu de Baixo, existente nos arredores da capital, entre os bairros de Sant’Anna e da Freguezia do Ó”.  Hoje o rio está reduzido a galerias subterrâneas debaixo da avenida Inajar de Souza.

Junto com as fotos de 1919, publico outras atuais do mesmo lugar. Elas são do grafiteiro Zezão, um artista paulistano que em 2007 conseguiu restituir, apesar dos pesares, alguma beleza e alguma poesia ao rio enterrado vivo.

1 comentário
  1. Edmilson José Boregas / FGV disse:

    Que tristeza o resultado desse enterro! E que beleza poderia ser a cidade com rios vivos, limpos e a céu aberto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: