As margens plácidas

Depois que ouviram o brado retumbante de um povo heroico, as margens plácidas do riacho Ipiranga acabaram se tornando, com justa razão, as mais famosas e cantadas do Brasil. Em meio a tanta glória, seu aspecto evoluiu bastante, como se vê nas fotos deste post.

A primeira foto mostra as margens com uma aparência próxima da original. Não sei quando nem por quem ela foi tirada, mas é possível que a imagem seja ainda do século 19.

A segunda foto é uma vista aérea tomada em 1970. Nesta época o riacho já corria por um leito de concreto, e as margens plácidas já eram ocupadas pelas pistas da avenida Água Funda (atual Ricardo Jafet), uma vultosa obra viária inaugurada três anos antes.

E por fim, para fechar o post, duas imagens recentes que mostram a placidez em seu estado atual.

(A primeira foto é do acervo do Museu Paulista da USP, reproduzida de chk.com.br. A segunda é de Ivo Justino, reproduzida de museudacidade.sp.gov.br. As duas últimas são de Shin Shikuma/UOL)

2 comentários
  1. Edmilson José Boregas disse:

    Sabe que tá um apeto no coração ver essa “iNNovação”, como tantas outras que a cidade e seus urbanistas “modernosos” nos brindam e nos entristecem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: