Turismo de aventura

204A foto foi feita no rio Tietê, na altura da Ponte Grande (atual ponte das Bandeiras), na manhã de 6 de julho de 1916.

Ela registra um acontecimento que na São Paulo da época era curioso, e que na de hoje seria impensável. Os rapazes que aparecem na foto (“quatro moços distinctos” e “valorosos sportsmen” segundo uma matéria da revista A Cigarra) embarcaram numa canoa de 7,8 metros de comprimento por 1,4 metro de largura, equipada com remos, velas e varas. Posaram para a imprensa, despediram-se dos familiares e se mandaram pra Buenos Aires.

E, apesar dos obstáculos do caminho, conseguiram chegar depois de uns três meses, navegando com a canoa pelo Tietê e pelo Paraná. De volta a São Paulo, dois dos viajantes (os irmãos Augusto e Gregório Prates da Fonseca) escreveram um livro contando a experiência: “De São Paulo a Buenos Ayres no Bandeirante”, publicado em 1917.

Só não sei se eles viajaram mesmo de terno e gravata ou se essa produção foi só para a foto. A imagem é da revista A Cigarra nº 46, que saiu logo depois da partida.

2 comentários
  1. Cesar disse:

    Alguém sabe onde encontrar esse livro?

  2. Moyses Pardini Filho disse:

    Muito interessante, gostaria de saber mais sobre a Biografia de Gregório Prates da Fonseca .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: