Verdadeiro cartão postal

Eu já tinha ouvido muita gente dizer que o edifício Bretagne, do João Artacho Jurado, é um “verdadeiro cartão postal” da cidade. Mas agora descubro que ele é mesmo, no sentido literal. Nos anos 50 chegaram a circular postais de verdade com a foto dele.

Hoje em dia, isso seria impossível. Ou você consegue imaginar um cartão postal de um condomínio murado e cercado, desses que se constroem hoje em São Paulo?

307   306

483  482

6 comentários
  1. Acho que a questão seria mais: alguém quer cartão postal desses caixotes que são construídos hoje em dia? =)

  2. “Maison de la Merde” [Endereço no lugar de um antigo casarão demolido], projeto do estagiário do escritório de arquitetura, usurpado por um dos sócios como se fosse dele. Notem as grades brancas na frente de sebes ocupando toda a frente, que quase permitem que se contemple 1 cm² da anódina fachada. Guaritas com técnicas medievais para manter o povo do lado de fora. Seguranças porcamente habilitados que, para deixar você entrar, exigirão o seu RG original, que ficará alguns minutos fora de sua visão.

    Cabe tudo isso no cartão postal?

  3. daniel disse:

    Fantástico! Uma imagem bem diferente do paliteiro de hoje.

  4. Algo que parei para pensar agora: até há cartões postais de lançamentos imobiliários, mas daqueles gratuitos, que você encontra em restaurantes e baladas.

  5. Na verdade, Alexandre, talvez seja um material promocional distribuído pela empresa do Artacho…

  6. Talvez até tenha sido, mas gera curiosidade mais de cinquenta anos depois; os dos restaurantes provavemente não gerarão curiosidade nem em quinhentos anos. hehehehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: