Tem gente!

Mesmo antes de enterrá-los, a cidade já não tratava os seus rios lá muito bem.

Nesta imagem de 1942, vemos o rio Itororó fotografado a partir da rua Pedroso. Quase em primeiro plano, instalado no barranco à esquerda do rio e à direita de uma roça de milho, podemos observar um equipamento singelo e útil: uma providencial casinha, graças à qual era possível usar o rio com todo o conforto e privacidade.

Hoje, a 23 de Maio passa por ali. A foto é de Benedito Junqueira Duarte e pertence ao acervo fotográfico da Casa da Imagem.

365

(Quem gostou deste post provavelmente também vai gostar deste outro, que é sobre o mesmo lugar…)

1 comentário
  1. Não se tem mais essa vista da Igreja do Carmo ( a esquerda), uma das mais bonitas igrejas de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: