30 anos depois…

A foto é manjada: a praça da Sé tomada por manifestantes pelas Diretas Já, em 25 de janeiro de 1984.

Quase 30 anos depois, os acontecimentos de ontem à noite mostram quanto a cidade regrediu na forma de lidar com suas manifestações populares. A sociedade se redemocratizou, mas a polícia e as “otoridades” ainda estão muito, muito longe disso.

528(Foto da Agência Estado)

6 comentários
  1. Martin Jayo, acredito que a forca das liderancas do movimento de 1984 foi majorada pelos representantes das frentes sindicais, civis, de artísticas, de estudantes e jornalísticas, e isso acorreu de forma organizada e com LIDERANCA. Acho otimo que o povo esta acordando (novamente) para mobilizacoes como estas, mas acredito que falta uma lideranca mais organizada para dar criterios, como a de 1984. Muitos dos comentarios de nao violencia praticados pelos manifestantes que vimos em redes e noticias, foram feitos por pessoas no local, e nos que vimos as imagens ao vivo pela TV e pudemos presenciar acoes de vandalismo, por ALGUNS dos manifenstantes em transporte e locais publicos, e isso nao da para aturar. Organizar um evento deste, TEM QUE SER FETIO com notificacoes a policia e orgaos publicos, pois envolvem questoes de seguranca que vao alem dos perimetros da passeata, como acesso a hospitas e delegacias, notificacao previa de fechamento de ruas e avenidas e policiamento no entorno para evitar arrastoes e assaltos como foram praticados ontem, a populacao estava no meio da passeata sem saber o que estava acontecendo.. houveram exageros de TODOS OS LADOS… enfim acho LEGITIMO o momento que vivemos, mas com organizacao e diligencia, conseguem o respeito de todos e a forca do movimento so tende a crescer.

  2. Mauricio, sem dúvida o formato das manifestações mudou em 30 anos. Aquelas manifestações “organizadas” e “com liderança” são um fenômeno do século passado que tende a desaparecer. O que a gente vê hoje no mundo inteiro é o surgimento de um novo tipo de mobilização que as redes sociais tornaram possível, muito mais espontâneo, menos dirigido, mais descentralizado, menos previsível e nem por isso menos legítimo ou menos politizado. Chamar isso de baderna ou de falta de liderança é paralisia de paradigma e saudosismo do século 20. Quanto a excessos, vão existir mesmo e só não podem vir da polícia. A ação de ontem mostrou o absoluto despreparo policial e um grau de violência na repressão que é incompatível com um regime democrático.

  3. Marco Filippetti disse:

    Martin, perfeita vossa colocação. Parabéns.

  4. Gerson disse:

    Bota 1 milhão de pessoas nas ruas pra vc ver se esses bostas da PM e Governo batem de frente….. são um bando de covardes e só botam banca quando estão em vantagem.

  5. SavianoMarcio disse:

    Acho que os manifestantes se transformaram em “manésfestantes” com interesse mais pela baderna do que pela reivindicação, o que ganhamos dos protestos de junho do ano passado? Tarifa congelada, subsidio das passagens nas nuvens, aumento da dívida pública, todo mundo quis passear de ônibus de graça, mesmo o sistema continuando ineficiente e atrasado.

    Não só os “homi” e as “otoridades” precisam saber lidar com protestos mas o “povão injustiçado” precisa aprender a cobrar direito e saber “o que” e “para quem” cobrar, protestos vazios e sem foco como esses atuais não renderam nada

    Estamos muito longe de termos uma população engajada e participativa na vida publica, só temos “black blocks da vida”

  6. Nossa… Eu estava la nesse dia, vi o Tancredo e o resto da leva de maos dadas, inclusive o Covas que ja se foi estava la. tenho orgulho de ter tido estado la e ter entendido tao novo o quanto historico fora aquele momento, e agora que vivo fora do pais a tanto tempo isso e mais especial ainda, um elo perdido. Adorei seu site e suas fotos Martin, viajo no tempo profundamente nele, obrigado por doar seu tempo para postar essas varavilhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: