Se non è vero…

“Se non è vero è ben trovato”. O ditado italiano expressa bem o que senti quando dei de cara com este cartão postal de 1909.

574Embora o cartão não tenha nenhuma indicação que confirme isso, eu bati o olho e me convenci de que a árvore que aparece nele so pode ser a famosa figueira das lágrimas, que fica no Sacomã e dizem ser a árvore mais antiga de São Paulo. Certeza, certeza mesmo, eu não tenho. Mas se parece muito.

Fica aqui uma pequena contribuição para a iconografia paulistana, já que até onde eu sei esta foto dela não era conhecida.

Quem quiser confirmar pode dar uma olhada neste outro post, que tem outra foto antiga dela.

Atualização em 14 de setembro: Consultei o especialista Ricardo Cardim (que edita o blog Árvores de São Paulo e apresenta o quadro “Dr. Árvore” na rede Globo) e ele confirmou. A árvore da foto só pode ser mesmo a figueira das lágrimas. Fico feliz por ter descoberto a imagem, um achado interessante para a memória de São Paulo.

575

10 comentários
  1. cbartalotti disse:

    Para mim, é difícil identificar se é a mesma. Se for, tanto a figueira como o terreno onde se encontra merecem tratamento compatível com sítio histórico. Flávio

  2. Pelas toras aí no chão, será que eles estavam prestes a derrubar a árvore?

  3. Pelo telhado da casinha à esquerda, acho que sim. E a cerca atras tb parece ser a mesma

  4. Pois é, são vários elementos: as toras, a cerca, a casinha, a estrada passando na frente… Tudo indica que seja a mesma árvore!

  5. sgold disse:

    o unico problema é o “Si non è vero è ben trovato”, que é tao italiano quanto o Juo Bananere. pergunte a qualquer italiano que vc conheça, nenhum vai entender. trovato é encontrado (como no frances “trouver”). Literalmente, seria “Si non è vero è bene racontatto”. como se vê, o sentido da frase se aplica a ela tambem. abs, sgold

  6. pulguento disse:

    se o senhor reparar a topografia atras da arvore, é muito provavel que seja ela mesma, agora, passem lá para ver o estado que se encontra o lugar que a pobre arvore esta, é uma pena, sou morador do bairro do ipiranga a cinquenta anos e me impressiono com o descaso que as autoridades e também os próprios moradores tem tratado este bairro muito bacana, mas vamos em frente. um abraço para todos…

  7. Parabéns pela criatividade. Espetacular a ideia desse blog.
    Um abraço,
    Manoel – Blog do Óbvio

  8. Lello Cavalcanti disse:

    Caro amigo, a árvore não conheço, mas notei no cartão que a data na verdade é Dezembro de 1903! abraço e obrigado pelas fotos maravilhosas.

  9. Obrigado, Lello! Eu fiquei mesmo na dúvida se era 3 ou 9, e acabei achando mais parecido com um 9. Pena que a data está ilegível no carimbo do correio…!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: