Derrubando Rino

A novidade deste domingo é que São Paulo passa a ter, daqui para a frente, um pouquinho menos de Rino Levi.

Em reportagem publicada hoje, a Folha de S.Paulo informa que o edifício Nicolau Schiesser, na rua Augusta 901, foi vendido para a construtora Gafisa e começou a ser demolido esta semana para dar lugar a mais uma torre.

Rino Levi (1901-1965) deixou um importante legado para a arquitetura moderna brasileira, mas São Paulo parece estar se esforçando para perdê-lo. Esta demolição é apenas a bola da vez. Um ano e meio atrás tínhamos perdido a fábrica do Café Jardim, sobre a qual já falei em outro post.

O prédio, de 1933, era um exemplar da fase inicial do Rino, ainda com linguagem art-déco. Estava em mau estado de conservação e com a fachada meio escondida por uns puxadinhos, mas podia ser perfeitamente recuperado por meio de um retrofit. Na lógica do mercado imobiliário, porém, derrubá-lo “agrega mais valor”.

A foto dos anos 30 é um cartão postal reproduzido da internet. A foto recente é do meu amigo Wagner Tamanaha.

642

643

10 comentários
  1. Puxa, já estava bem deteriorado. Pela foto original, se tivesse se mantido assim, estaria sendo disputado a tapa e com preços altos como todo apartamento em SP em predios baixos de 3 a 4 andares. Conheço o filho do Nicolau Schiesser, por acaso, mas não tenho contato com ele há 40 anos.

  2. Iara disse:

    Triste país desmemoriado.

  3. Em que pedaço da Augusta ficam esses prédios? Não estou localizando. Um abraço.

  4. Entre a Antônia de Queiroz e a Peixoto Gomide, Adolpho!

  5. Totalmente absurdo! Tipico de um pais que ignora seu passado pra continuar errando!

  6. Rafael disse:

    cade os arquitetos de SP que não falam nada???

  7. katherine disse:

    Morei do lado . Fica encostado ao supermercado Dia, próximo às poucas boates restantes na região.

  8. Daniel Ávila disse:

    desse jeito vou ter que parar de acompanhar o seu blog! é cada soco no estômago…

  9. Daniel Ávila disse:

    (e parar de andar na rua, também… é, não tem jeito)

  10. José Carlos Vaz disse:

    Observem o estado original e comparem com o impacto da arquitetura do medo sobre o edifício, com suas grades.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: