Um lago a mais

Em cores e direto dos anos 50, uma vista aérea do Ginásio do Ibirapuera logo depois da sua construção.

Nem preciso dizer que a área se modificou muito de lá pra cá. Mas para mim, a mudança mais radical aconteceu na parte direita da foto. O lago que aparece ali não existe mais. Ele sumiu nos anos 60, drenado e aterrado para construção da Assembleia Legislativa.

654

Não sei a data exata da foto, mas não deve ser muito depois de 1957, quando o ginásio foi inaugurado. Também desconheço o autor, embora o original, um slide de 35 mm, esteja comigo. O portão de acesso ao ginásio, na rua Manoel da Nóbrega, está com um grande letreiro onde se lê “Carnaval Record”. Talvez isto ajude alguém a identificar melhor a data.

Atualização em 25 de fevereiro: Uma semana depois de escrever o post, descobri hoje, por acaso, mais uma foto do ginásio com o lago desaparecido. É um cartão postal, que deve ser do finalzinho dos anos 50 ou começo dos 60:

662

16 comentários
  1. Edson Mendes disse:

    Linda foto! Você precisar dar umas dicas de como consegue digitalizar slides e obter resultados com essa qualidade!

  2. Aterrar um lago para fazer um predio para a assembleia… só no Brasil nos anos 1960 mesmo. Por mim poderia pôr o predio abaixo e voltar com o lago.

  3. márcio disse:

    Do lado esquerdo, é o velódromo?

  4. ruy debs disse:

    Projeto do Ícaro de Castro Mello, o nosso arquiteto olímpico, como era chamado por conta da sua participação em Olimpíadas. Dono de um físico invejável, Ícaro foi um grande arquiteto, com vários projetos na área esportiva. Dois de seus filhos seguiram a profissão de arquitetos, inclusive uma neta, Joana Mello, que atualmente leciona na FAUUSP.
    Quanto ao lago, o projeto inicial da Assembléia Legislativa, do também arquiteto, Adolpho Rubio Morales, levou em conta o tal lago e ali fez um espelho d’água que deu lugar ao estacionamento! Grande novidade, não?
    O espelho, há muito desaparecido, dava leveza ao conjunto, cuja imagem refletida, era uma beleza e uma honrosa solução do arquiteto Adolpho

  5. Caro Ruy Debs, obrigado por citar corretamente a autoria do projeto do Ginásio por meu pai Icaro de Castro Mello e aproveitando respondo ao Marcio dizendo que a esquerda era sim o velodromo ainda em construção que alguns anos apôs foi transformado no estádio de atletismo ICARO DE CASTRO MELLO. Na inauguração do Ginásio eu estava com 12 anos e tive o prazer de acompanhar meu pai naquele dia.

  6. Pedro Wolthers disse:

    Eduardo, estudei Artes Plásticas na FAAP com Maria de Castro Mello entre 1995 a 1998 que dizia ser neta do Ícaro.

  7. Joao Marcos disse:

    Essa mania de aterrar lagos… na regiao do Anhembi, alem da retificacao do rio Tiete, diversos lagos foram aterrados… muitos moradores da regiao relatam que nadavam em um mini lago que existia bem aonde foi construido o Hotel Holiday Inn

  8. sergio goldbaum disse:

    em compensacao, uma bela piscina olimpica ocupa hoje o espaco entre o ginasio e a pista de atletismo.
    abs
    sgold

  9. É bom não esquecer que não foi apenas a Assembléia Legislativa quem ocupou esse lago. A parte que fica mais próxima do ginásio deu lugar, em 1968, ao antigo Quartel General do II Exército, hoje Comando Militar do Sudeste. Muito adequado ao espírito da época.

  10. Pedro Wolthers disse:

    Além da Vila Militar à esquerda da entrada do ginásio.

  11. Maria Salete Petroni de Castro Gonçalves. disse:

    A inveja sempre presente, quando se trata de atender um projéto ou ocupar um espaço que teria utilidade para implantar uma coisa boa para a cidade. Prédios antigos, bonitos ficam anos desocupados e sem destino, até que o melhor(para alguns) é derrubar ou fazer um centro de compras. Quase nunca uma preocupação cultural. A especulação imobiliária também passa por esse caminho. Com o Parque do Ibirapuera ninguem escondeu o desejo desejo de aparecer.Na OCA,,, Janio Quadros instalou o Museu de Folclóre ( quarto centenário) para dar prosseguimento à obra de Mario de Andrade, num comodato de 90 anos.Tinha belíssima exposição de coletas do Brasil inteiro feitas pelos alunos dos cursos que alí funcionavam.. A ganância despejou o museu, e o dono do Banco Santos encheu daqueles soldados chineses que não significam nada para nós. Coisas bonitas serviram para o Sr. Edemar Cid Ferreira se pavonear e fazer negócios. Pura vaidade que vimos no que deu. A Assembleia deve esconder uma história parecida. Não podemos perder de vista o que realmente cumpra uma ideia urbanística , bonita e bem planejada por espacialistas, para aproveitar os espaços com sabedoria e que orgulhe a cidade que todos amam.

  12. Pedro Wolthers disse:

    O início da rua Estados Unidos ainda não existia.

  13. francisco de oliveira soares disse:

    No site w.w.w. geoportal.com.br existe uma foto aérea da cidade de São Paulo em 1958. Nesta foto aérea o lago ainda existia.

  14. alguem sabe qual era o nome da industria localizada em frente ao portão do ginasio?obrigado

  15. robefto disse:

    A indústria em frente do ginásio era a Ind têxtil calfat minha família toda trabalhou lá e morou na rua em frente ao ginásio rua Jundiaí … zeroberto63@ig.com br

  16. Ana Maruggi disse:

    A construção do prédio da Assembleia Legislativa começou em 1963 e terminou em 1968 quando foi inaugurada, então a data dessa foto onde o Ginásio ainda tem um lago, deve estar realmente entre 1957 e 1963.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: