O avô do minhocão

Paulo Maluf não foi o único prefeito que quis fazer um minhocão sobre a avenida São João. Sessenta anos antes dele, já tinha havido uma outra tentativa.

No final de 1910, o prefeito Antonio Prado apresentou um ambicioso plano de remodelação do centro. Um dos pontos chave do projeto elaborado por Victor da Silva Freire e Eugenio Guilhem, engenheiros da Prefeitura, era um grande viaduto ao longo da São João, que ligaria o largo do Paissandu à praça Antonio Prado. Ao contrário dos outros viadutos já existentes ali perto (o do Chá e o de Santa Ifigênia), que eram de ferro, este seria construído em alvenaria. O objetivo era facilitar o trânsito entre o centro velho e os bairros do outro lado do Anhangabaú, e com isso “diminuir, durante longos annos, a congestão de movimento que se nota agora”.

Além do viaduto, o projeto também previa vários outros melhoramentos com o objetivo de  “transformar o aspecto acanhado da nossa ‘city’, dilatar-lhe os horizontes e a zona commercial”.  O vale do Anhangabaú seria ajardinado, a fim de “transformar de maneira agradavel e risonha” o seu  “aspecto hirsuto e feio”. A rua Líbero Badaró se fundiria ao vale e passaria a ter construções apenas no lado par, de frente para o jardim. Na rua Direita previa-se a demolição de edifícios para formação de um “largo fronteiro á egreja de Santo Antonio”, exatamente onde hoje fica a praça do Patriarca.

Infelizmente (ou felizmente, não sei), não dá pra saber qual teria sido o resultado. Em 1911 Antonio Prado saiu da prefeitura, e o plano não saiu do papel. O sucessor, Raymundo Duprat, preferiu remodelar o centro de acordo com outro projeto, encomendado ao urbanista francês Joseph Bouvard, que manteve alguns pontos em comum com o de Prado mas não previu o minhocão.

Vale a pena clicar na imagem para vê-la com mais detalhes. Tanto ela como os trechos entre aspas são de matéria do Estadão de 4 de janeiro de 1911.

663

3 comentários
  1. dorival josé disse:

    nao tenho muita certeza, mas a obra do minhacao nao é de paulo maluf, talves de prestes maia

  2. dorival jose joaquim disse:

    nao tenho muita certeza, mas será que foi mesmo paulo maluf a fazer o minhacao

  3. A ideia foi proposta pela primeira vez pelo Faria Lima, quando foi prefeito nos anos 60, mas não foi adiante e foi cancelada. Quando o Maluf assumiu a prefeitura, resolveu desengavetar a ideia e construiu o bicho em 1970.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: