Inferno na torre

769Hoje em dia ninguém se lembra, mas São Paulo já parou para assistir a um incêndio no Martinelli.

Foi num domingo, 24 de novembro de 1929. O prédio ainda não estava terminado (ainda faltava a casa do comendador que seria construída do topo), e o fogo foi no último andar.

Na verdade não foi nada muito importante, mas a imagem foi forte e parece ter impactado a cidade.

“Constituiu um facto sensacional na vida da cidade esse incendio. Nas ruas circumvizinhas, nos dois viaductos e nas praças proximas era grande a massa popular que voltava avidamente suas vistas para o palacete Martinelli, cortado de fumo e que se via de longe, de quasi todos os bairros da cidade”, relatou o Estadão de terça, dia 26 (na época o jornal não circulava às segundas).

E o impacto parece ter sido tão forte, que algum tempo depois circulavam cartões postais como este que reproduzo aqui.

Taí uma coisa que eu desconhecia: cartão postal de incêndio. Talvez o do Martinelli tenha sido o primeiro e único.

770

 

3 comentários
  1. Acredito que G é uma das formas de sigla de Gustavo Prugner, famoso por fotografar os estragos da Revolução de 1924
    .

  2. Obrigado, Felipe. Eu tinha ficado curioso com esse G…

  3. Joao Marcos Turnbull disse:

    Fiquei na duvida de qual angulo essa foto foi tirada… bem curiosa pela distancia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: