Acelera!

964

A porta anunciava: “sapataria rápida”. Mas a prefeitura foi mais rápida ainda.

Os moradores e comerciantes do sobrado na esquina da rua Araújo com a Consolação tinham sido intimados a deixar o imóvel, que ia ser demolido para as obras de alargamento desta última.

Eles resistiram a sair, e a resposta foi violenta: a demolição começou com a casa ocupada mesmo. Aos poucos, sem alternativa, as pessoas foram saindo e retirando suas mercadorias enquanto as paredes eram derrubadas com picaretas. Polícia e imprensa assistiram de fora. A foto que reproduzo aqui é da Folha de S. Paulo.

A cena aconteceu em 6 de janeiro de 1965 e saiu nos jornais do dia seguinte. O país vivia uma ditadura – as coisas na época eram resolvidas desse jeito.

Essa foi a penúltima vez, até onde eu sei, que o poder público em São Paulo derrubou uma casa com gente dentro.

A última foi ontem, quando a prefeitura acelerou ainda mais: ao invés das singelas picaretas, desta vez meteu logo uma escavadeira.

2 comentários
  1. José Sergio Osse disse:

    Cada vez mais aceleramos em retrocesso…

  2. Sandro disse:

    Não sabia que manter e aumentar uma cracolândia era retrocesso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: