Cidade palimpsesto

Palimpsesto é uma palavra de origem grega, que em sentido literal significa “aquilo que se raspa para escrever de novo”.

O google nos ensina que a origem do termo tem a ver com o uso do pergaminho como suporte para a escrita, na antiguidade e na idade média. Um palimpsesto é um escrito que guarda vestígios de outro escrito anterior, que existiu sobre a mesma superfície. Essa prática de apagar para reescrever era comum por razões de economia: o pergaminho era um material escasso e caro, por isso o costume de raspar um texto para fazer outro em cima, sobre seus restos.

Cidades também podem ser lidas como palimpsestos: elas resultam do acúmulo de sucessivos “textos” parcialmente apagados, que guardam sentidos e memórias materiais de diferentes épocas. Compreender uma cidade exige habilidade para reconhecer e decifrar essas diferentes camadas de historicidade, em geral pouco visíveis ao olhar comum.

São Paulo é uma cidade que se desenvolveu marcada por sucessivas demolições e reconstruções, ou apagamentos e reescrituras, e por isso se apresenta como palimpsesto. Uma demonstração disso surgiu neste 1º de maio, em meio à tragédia do Largo do Paissandu. O desmoronamento do edifício Wilton Paes de Almeida fez ressurgir um pequeno vestígio de texto anterior, de uma época em que a cidade era menos brutal e beber Caracu era beber saúde.

1015

6 comentários
  1. Luiz AG disse:

    Essa propaganda reapareceu em momento oportuno… O governo, movimentos sociais que cobravam aluguel e sociedade entraram com a cara… Os moradores do prédio entraram com o resto…

  2. ruy debs disse:

    Gênio

  3. Fernando de Almeida Bessa disse:

    Estava esperando essa postagem. Me diverti com o comentário do Luiz AG

  4. Sylvia Rizzo disse:

    Talvez vocês saibam o porquê que beber Caracu é beber saúde?
    Existia uma receita de misturar Caracu com ovos inteiros e açúcar batendo no liquidificador isso dava uma energia danada na molecada.

  5. Nilton Divino DAddio disse:

    Essa propaganda, que ao reaparecer de forma tão trágica, deveria ter sido preservada como uma relíquia e testemunha de uma tragédia, mas infelizmente já sumiu, debaixo de uma mão de tinta. E já que um bombeiro aparece na foto, é justo lembrar que em razão da atuação nesse incêndio, os valorosos bombeiros paulistas, ganharam um prêmio de reconhecimento internacional, no mês passado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: