Shopping SP Market

Roger Wollstadt é um americano que, entre 1971 e 1974, esteve em São Paulo três vezes. Ele trabalhava para a Carterpillar, empresa fabricante de tratores e máquinas, e veio a serviço. E a São Paulo que ele conheceu foi esta das fotos.

Somando as três viagens, Roger ficou 9 semanas por aqui. Hospedou-se sempre no Hotel Ca’d’Oro. No último andar do hotel (que fechou em 2009 e foi demolido em seguida) havia um terraço de onde dava pra se ter uma vista panorâmica da cidade.

712

713The hotel was very nice, and had great meals in the dining room. This sounds glamorous, but the trip to the plant was an hour each way”: Roger nos conta que o hotel era muito bacana e servia refeições ótimas, mas o deslocamento até a Carterpillar demorava mais de uma hora, quebrando qualquer glamour. As viagens de ida e volta eram feitas num ônibus da empresa, que fazia o trajeto centro-fábrica. São Paulo já tinha inventado o fretado…

714

715Pelas fotos vemos que, nas horas vagas, Roger passeou bastante pela cidade e foi a todos os lugares que um turista deve conhecer: República, Anhangabaú, Augusta, Praça Roosevelt, Ibirapuera e até mesmo o estádio do Morumbi. Fotografou tudo, inclusive uma favela que, segundo ele, ficava perto do aeroporto de Congonhas:

716 717 718

722719 720 721

Mas de todas as fotos, as que eu mais gostei são as da fábrica da Carterpillar, onde Roger trabalhava. Roger explica que ela ficava “on the outskirts of São Paulo” (na periferia de São Paulo), em uma estrada popularmente conhecida como “the Marginale”. A fábrica ficou por lá até 1993. No terreno dela existe hoje o shopping SP Market.

723 724 725

As fotos, originalmente slides de 35mm, hoje estão na internet. Eu selecionei apenas algumas para o post. Para vê-las e conhecer a história com mais detalhes, é só clicar aqui.

Agradeço ao Roger, que eu nem conheço, por ter compartilhado as fotos, e também ao Gustavo Basso, um leitor do blog que as descobriu e me mandou a sugestão deste post.

19 comentários
  1. Acho que o shopping é o SP Market.

  2. Opa. No título, o nome do shopping está correto. Falta corrigir no final do texto.

  3. Paulo disse:

    Prezado Martin, ótimo registro! Mas fiquei com uma dúvida, se trata do SP Market – titulo do post – ou do Market Place – como identificado no texto? Pois um é bem distante do outro ainda hoje.

    Abraços

    Paulo

  4. gustavo giroti disse:

    ele informou qual jogo era? ou ao menos o ano da foto do morumbi?

  5. O shopping é o SP Market. Eu tinha confundido o nome, mas já está corrigido. Obrigado! 🙂

  6. Algo que me chama a atenção é que São Paulo já não era uma cidade bonita. Por outro lado, vejo em mim e em muitas outras pessoas que a cidade tem atrativos muito além do trabalho, o que acho que explica porque tanta gente acaba ficando por aqui. Acho que tem a ver com as relações pessoais – foi algo que me impressionou positivamente desde o início.

  7. Alguém saberia me informar onde ficava essa “favela”?
    Tenho a impressão de ter lido em algum lugar que haviam construções assim na antiga Av das Águas Espraiadas (Av Jornalista Roberto Marinho). Será que procede?
    Será o mesmo local?

    Abraço e muito obrigado por manter um blog deste nível.

  8. Pedro Wolthers disse:

    favela do ” Buraco Quente “. Existia antes mesmo da Av das Águas Espraiadas.

  9. Sim, é a do Buraco Quente, ao lado da Av. Washington Luis, por isso ele diz que é perto do aeroporto de Congonhas.

  10. Hans Werner Schluepmann disse:

    Eu fui amigo do Roger nos anos 70 na Cat em Santo Amaro, hoje Shopping SP Market. Uma pessoa muito inteligente e versátil! Alguém sabe por onde anda o Roger? Abs Hans Werner Schluepmann(Vendas de Peças)

  11. Ele acompanha o Flickr, tanto é que respondeu meus comentários na foto do Bateau Mouche.

  12. Hans Werner Schluepmann disse:

    Martin, agradeço info sobre o Roger. Abs
    Hans

  13. Roberto Mateus disse:

    Espetáculo !!!!!! Parabéns pelo achado!!!!

    Enviada do meu iPhone

    >

  14. amaury disse:

    voto em Roger Wollstadt para patrono do blog.

  15. Andressa Simões P. disse:

    Ainda tem esses tocos de madeira na frente do sp market hehe, muito interessante

  16. rafael coelho disse:

    Meu avô trabalhou no hotel Ca d’Oro, tinhamos até uns objetos do hotel em casa, cinzeiros e etc… Talvez ele tenha até cruzado com o Roger nessa época

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: